Um pouco sobre mim

José Francimário Vieira de Macedo (Farofa)

Idade: 41 anos
Profissão: Comerciante
Formação: Direito (incompleto) e Gestão Pública pela UBC
Ocupação: Vereador de Mogi das Cruzes (2017 -2020)
Bandeiras de trabalho: Saúde, Assistência Social, Esporte, Agricultura Familiar, Segurança e combate à Violência Doméstica

Biografia

• Origem

Nascido em 08 de janeiro de 1977, na pequena cidade de Independência, região interiorana do Ceará, José Francimário Vieira de Macedo, detém de uma história simples, porém cheia de luta e muito trabalho, bem no estilo de brasileiro garrido: aquele que persiste sempre para vencer as adversidades  e não desiste até alcançar seus objetivos.

• Infância

Ainda criança, aos 11 anos de idade, o segundo filho do casal de pecuaristas Bento Militino de Macedo (falecido) e Maria das Graças Vieira de Macedo mudou-se para Tauá (a 40 quilômetros de sua cidade natal) para dedicar-se aos estudos. Durante a semana, ia para a escola e ficava sob os cuidados dos tios Antônio Pereira Neto (Nenê) e Zenite.  Nos momentos de lazer e também nas aulas de educação física dedicava-se ao seu amor ao esporte, em especial, o futebol. O talento para lidar com a bola abriu-lhe algumas oportunidades. Como lateral direito atuou nas categorias de base dos principais times de Fortaleza. Além disso, recebeu diversos convites para atuar como aluno bolsista nas principais escolas da capital e também como jogador profissional em times cearenses. Entretanto, a responsabilidade de contribuir com a renda da família falou mais alto.

• Primeiro Emprego

De ajudante no estabelecimento comercial de seu tio Nenê, com 14 anos de idade, José Francimário teve seu primeiro emprego, registrado, como empacotador no Pão de Açúcar, numa ação entre o Grupo e o Governo do Estado para menores aprendizes. Lá ficou até os 20 anos, saindo como encarregado. O plano, agora, era se especializar e alcançar novos objetivos. Mogi das Cruzes, na Grande São Paulo, foi o local de parada do rapaz desenvolto, alegre e comunicativo. Aliás, o apelido carinhoso de Farofa foi atribuindo pouco depois que chegou à cidade no Alto Tietê para morar com primos. “Durante reunião de parentes e amigos, eu era sempre o mais falante e acelerado, aí eles diziam que eu queria fazer ‘farofada” e passavam a se referir a mim, como o Farofa. Aí pegou”, relembra.

• Infância

O tino para o comércio surgiu enquanto garçom. Por anos atuou na Pizzaria Paulista, no Rancho da Traíra e ainda quase 15 anos na Cantina D’Angelo, onde atuou também como caixa e gerente da choperia da casa. A experiência no bom atendimento e o convite de sociedade com um primo fez com que Farofa instalasse seu próprio negócio, a Pizzaria Hamburgão, na cidade de Poá. Ainda assim, o amor por Mogi e lealdade aos amigos do Grupo D’Angelo, o fizeram permanecer atuando na cidade.

• Casamento e ação social

Nesse meio tempo, Farofa conheceu sua esposa, a servidora pública Sane Rose. São quase uma década de companheirismo e cumplicidade, inclusive na implantação da Ong “É Legal Ser Careta”, em 2009. A instituição, sem fins lucrativos, está instalada na área central para desenvolver um trabalho voluntário, de assistência social às pessoas carentes. 

• Formação e trajetória política

Apesar da vida corrida, José Francimário nunca largou os estudos. Após alguns anos em Mogi, começou a cursar Direito, porém a vida política o levou a formar-se em Gestão Pública, em 2014, pela Universidade de Braz Cubas.

O interesse pela Política aliás,  foi herdada da convivência com tios e primos eleitos para cargos públicos na sua cidade natal, Independência no Ceará.

O interesse constante em fazer o bem público e a busca inconstante por melhorias em seu bairro e em regiões carentes o levou a filiar-se ao então PSL, e candidatar-se pela primeira vez a vereador, e recebeu 900 votos.

Em 2008, filiou-se ao Partido da República a convite do então presidente da legenda, o ex-deputado federal Valdemar Costa Neto. Recebeu 1321 votos na eleição para vereador daquele ano. Pouco depois, em 2012 obteve 1.961 votos nas eleições municipais e  ficou como primeiro suplente no PR, na Câmara Municipal. Assumiu o cargo em algumas oportunidades, sendo que em uma delas, conseguiu instituir no calendário municipal dois projetos de lei: A Semana do Nordestino, durante o mês de setembro, e o Evento do Cristo Vive (comemorado pelos evangélicos na semana de Corpus Cristhi).

A  convite do deputado federal Marcio Alvino, atuou como assessor parlamentar entre os anos de 2014 a 2016. Aliás, nas eleições municipais de 2016, com apoio de familiares, amigos e simpatizantes , Farofa obteve 3.135 votos, e sagrou-se vereador  para seu primeiro mandato na Câmara de Mogi das Cruzes. Líder do PR na Câmara Municipal 2016-2017, ele estabeleceu como principais bandeiras de trabalho: saúde, assistência social, esporte, agricultura familiar, segurança e combate à violência doméstica.

Para José Francimário – Farofa, os grandes valores do homem estão na família e no comprometimento em tudo a que se propõe fazer. Sua frase é: “Que o amor prevaleça a todo o momento”.

ENVIAR MENSAGEM
Estamos Online